Bootleg – Steve Vai, My Father’s Place ’83


Steve Vai é um monstro. Podem culpá-lo de ser excessivo, megalomaníaco, ou ter um péssimo gosto por roupas de show, mas nunca de ser frio, óbvio ou anti-musical. Seus últimos lançamentos tem conquistado novos fãs, o que mostra a força de sua musicalidade renovada nessa geração pós-Guitar Hero; porém, muitos fãs das antigas talvez não se empolguem tanto. O Vai da década de 80/90 pra mim ainda é o mais empolgante – havia ali um certo risco, uma empolgação naif no jeito dele tocar, sem medo de errar – aliás, nessa época ele ainda errava. Isso aproximava o trabalho dele do rock’n’roll em sua essência, apesar das escolhas por notas dissonantes, harmonias de inspiração contemporânea, e sua sempre nítida apreciação por Zappa.

E o melhor de Vai pra mim está em bootlegs. Hoje, ele corrige tudo à perfeição antes de lançar um trabalho ao vivo – e isso não é uma acusação; o cara não precisa de AutoTune como a Britney, mas calha de ser um filho-da-mãe perfeccionista. E ele mesmo admite fazê-lo. Nos bootlegs (a gente chamava de “pirata” mesmo), o som é gravado da maneira que dá, distribuído como pode, e ouvido pelos poucos nerds que tem paciência de caçá-los por aí. Mas, graças à internet, pequenos padawans de nerd, como eu (se bem que a referência a StarWars reforça a hipótese de eu ser um caso mais avançado), podem, com apenas alguns cliques, baixar cds raros como o Steve Vai: New York My Father’s Place 18/3/’83.

My Father’s Place é uma pequena casa que abriga diversos shows na cidade mais famosa do mundo, até os dias de hoje. Mas o que faz desse álbum, gravado da audiência, com som de excelente qualidade e com ótima conversão (até onde podemos chamar Mp3 de “ótimo”) em 320Kbps, um verdadeiro achado, é o fato dele apresentar diversos temas mais tarde explorados por Vai em seu primeiro álbum de sucesso comercial (alavancado por sua exposição com o então super-grupo Whitesnake), Passion and Warfare. A épica “The Riddle” está ali, com temas que mais tarde viriam a ser “Answer”, numa versão crua, com a coesa (ah, usei o termo oficial dos críticos de segunda!) cozinha de Randy Coven no baixo e Todd Tukisher nas baquetas. Músicas de seu primeiro disco, Flex-Able, como a bem-humorada “Viv Woman” e a exploração punk-virtuosa de “The Attitude Song”, também marcam presença. “Sisters”, do Passion and Warfare, por alguma razão,  aparece creditada como “Bledsoe Bluvd”, uma música totalmente diferente de Flex-Able; possivelmente o taper se enrolou.

De qualquer forma, praqueles que curtem o virtuoso italiano, pros fãs de tudo-que-seja-Zappa ( o cover de Zoot Allures vale o disco), e para os que curtem música bem feita, vale a pena dar uma escutada. Aqueles que acusam Steve de produção exagerada, é um experiência única ouvir o guitarrista tocando em trio. Vale também ouvir o hoje milinário músico pedindo, “por favor, comprem meu cd”. É legal ver a humildade, e a genuinidade de um jovem músico sonhando em fazer das seis cordas sua vida.

Enjoy.

Steve Vai – New York My Father’s Place 18/3/’83. [Italian Bootleg :: All of US – AS09]
Recorded live at My Father’s Place, New York, USA – March 18, 1983.
Excellent Audience Recording -> Bootleg Silver CD :: CBR 320 kbps.

01. Viv Woman
02. The Attitude Song
03. The Riddle
04. Bledsoe Bluvd (Sisters, na verdade)
05. Call It Sleep
06. Liptown
07. One Of All
08. No Parties
09. Hard Times
10. Slow Fingers
11. Zoot Allures
12. Baby To Shake Your Monster

Steve Vai: Guitar :: Randy Coven: Bass :: Todd Tukisher: Drums.

Créditos ao blog Viva Les Bootlegs .

Link alternativo: http://www.megaupload.com/?d=V4QU8QS5

Anúncios

~ por Paulo Grua em 09/02/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: